Zoológico de Brasília comemora 61 anos


Programação do aniversário no fim de semana prevê atrações como jogos, pinturas e rodas de conversa com tratadores de animais

O Jardim Zoológico de Brasília comemora 61 anos nesta quinta-feira (6). Inaugurada três anos antes da capital federal para abrigar uma elefanta doada pelo embaixador da Índia, tornou-se, assim, a primeira instituição ambientalista criada no Distrito Federal.

No sábado (8) e no domingo (9), a partir das 8h30, os visitantes poderão participar de momentos lúdicos, como jogo da memória, quebra-cabeças, dominós e jogos de tabuleiro.Para festejar o aniversário, haverá programação especial no fim de semana.
Essas atividades serão ao lado do borboletário.

“Trata-se da comemoração de uma data importante, marcada pela evolução técnica e maturidade institucional do Zoológico de Brasília, que a cada dia apresenta novos serviços sociais e ambientais e se consolida como uma ferramenta para conservação”, reforça o diretor-presidente do Zoo, Gerson Norberto.

A festividade também inclui leitura e contação de histórias, desenhos, pinturas e montagem de máscaras, entre outras. A interação com o público será feita com fantasias de animais do Cerrado.

“A cada dia (o zoológico) apresenta novos serviços sociais e ambientais e se consolida como uma ferramenta para conservação”Gerson Norberto, diretor-presidente do Zoológico de Brasília

Os tratadores dos bichos estarão à disposição para tirar dúvidas e contar curiosidades sobre o dia a dia no parque.

Às 10 horas, a conversa será no setor África, com equipe responsável pelos animais da savana; às 11 horas, com os cuidadores de felinos.

Por volta das 14 horas, haverá bate-papo com os tratadores de harpias e, às 15 horas, com os de jacaré. Cada rodada de diálogos durará 30 minutos.

Outra atração será uma exposição de fotos para mostrar a evolução nas seis décadas de existência, com imagens de animais e de momentos marcantes.

Veja a programação completa.

Curiosidade:

Inaugurada três anos antes da capital federal para abrigar uma elefanta doada pelo embaixador da Índia, tornou-se, assim, a primeira instituição ambientalista criada no Distrito Federal.

 

As informações, bem como a foto, são da Agência Brasília
Texto: Raquel Flores
Foto: André Borges

Anterior Boa noite, Cinderela. Dupla é presa por batizar bebida e roubar homens
Próximo Governo assina MP e Entorno do DF vira Região Metropolitana