20.5 C
Brasília
segunda-feira, maio 27, 2024
-Publicidade-spot_img
spot_img

Número de endividados no DF aumenta em fevereiro

RELACIONADOS

DÉLIO ANDRADE
DÉLIO ANDRADEhttp://delioandrade.com.br
Jornalista, sob o Registro número 0012243/DF

O número de famílias endividadas no Distrito Federal passou de 734.335 em janeiro para 747.588 em fevereiro (aumento de 13,25 mil) e atingiu o índice de 81,4%, maior do que o registrado em janeiro deste ano (80,1%). É o que mostra a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF).

O presidente da Fecomércio, Adelmir Santana, explica que o aumento no endividamento foi provocado por famílias que não conseguiram quitar as dívidas contraídas no cartão de crédito, diante de um quadro de recessão cada vez mais acentuado. “Devido ao alto índice de desemprego e inflação, os brasilienses estão usando cada vez mais o cartão de crédito para não deixar faltar itens essenciais em casa, o que acaba gerando dívidas. As taxas de juros das operações de crédito subiram pelo 16º mês seguido e atingiram o maior nível desde fevereiro de 2005, o que acaba formando uma bola de neve, fazendo com que o consumidor não consiga quitar as dívidas”, destaca Adelmir Santana. Ele diz ainda que a preocupação das famílias agora é com os impostos do início do ano, pois muitos tiveram os seus valores reajustados.

Do total das famílias endividadas apuradas pela pesquisa, 88,3% se declararam comprometidas com o cartão de crédito. Dentre as famílias com contas em atraso, 48,8% disseram ter condições de quitar suas dívidas totalmente e 47% afirmaram ter condições de quitar o montante parcialmente. Do universo de endividados, apenas 2,2% dos brasilienses disseram não ter condições de quitar as contas e 2% não sabem dizer se conseguirão ou não quitar o montante.

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) foi realizada com uma amostra de 600 famílias. O estudo serve para orientar os empresários dos setores de comércio, serviços e turismo que utilizam o crédito como ferramenta estratégica para o incremento das vendas, uma vez que permite o acompanhamento do perfil de endividamento do consumidor e sua percepção em relação à capacidade de pagamento.

-Publicidade - spot_img

More articles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

-Publicidade - spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS