Governo entrega escrituras de terrenos em pontas de quadra em Taguatinga


Regularização é demanda dos moradores da região há mais de 30 anos / Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Por Paloma Suertegaray – O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, entregou, na manhã deste sábado (9), 25 escrituras de terrenos em pontas de quadra de Taguatinga. A regularização dos lotes é uma reivindicação dos moradores há mais de 30 anos. A cerimônia ocorreu na QSC 22 da região administrativa.

Em 2015, o governo de Brasília retomou o processo de escrituração desses lotes, que é dividido em duas etapas. Na primeira, serão regularizados 132, incluídos 37 já no ano passado e os 25 de hoje. Os 70 restantes dependem da análise do processo dos cidadãos que entregaram a documentação pedida pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) para ser enviada a cartório.

Na segunda etapa de regularização, outros 30 lotes em pontas de quadra receberão a escritura, mas ainda falta a elaboração do projeto urbanístico pela Codhab, que inclui o levantamento topográfico, e o cadastramento dos moradores para, finalmente, ser feito o registro em cartório.

São 448 pessoas beneficiadas na primeira etapa e mais 100 na segunda, totalizando 548 em 19 quadras. O chefe do Executivo destacou a importância da ação. “É com imensa alegria e emoção que entrego essas escrituras. Trabalhar pela regularização é um compromisso do governo porque garante a tranquilidade e a segurança jurídica aos moradores”, disse Rollemberg.

A solenidade foi em frente à casa da presidente da Associação de Moradores de Taguatinga, Maria das Graças Maia, 65 anos. Ela mora no lote há 46 anos e foi a primeira a receber o documento durante a cerimônia. “Presido a associação há 31 anos e desde então luto pela regularização. As escrituras vão melhorar muito nossa vida porque são o que garante que temos uma moradia”, afirmou.

Estavam presentes na solenidade o administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina; os secretários de Mobilidade, Marcos Dantas, e de Gestão do Território e Habitação, Thiago de Andrade; o diretor da Codhab, Gilson Paranhos; e a deputada distrital Sandra Faraj (SD).

Anterior Exposição de carros e encontro de clubes automotivos vai movimentar Ceilândia e Taguatinga
Próximo Dilma movimenta R$ 38 bi contra impeachment

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *