20 C
Brasília
quinta-feira, 15 abril, 2021

Ciro Nogueira ri de ex-prefeito dizendo que roubou, mas não muito. Veja


Em convenção que contou com presença do presidente do PP, ex-prefeito de Cocal, José Monção, disse que atual prefeito rouba mais do que ele

REPRODUÇÃO
O senador piauiense Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, está fazendo um giro pelas convenções em seu estado para indicar candidatos a prefeitos. Ele participou de ao menos duas cenas constrangedoras, que estão viralizando nas redes sociais.

Em Cocal, onde PMDB e PP lançaram o médico Cristiano Brito a prefeito nesse domingo (6/9), Nogueira gargalhou quando o ex-prefeito da cidade José Maria Monção (foto em destaque) admitiu que lesou os cofres públicos, mas não tanto quanto — segundo ele — o atual administrador municipal, Rubens Vieira.

“Temos de mudar o Cocal. Não é que o Cocal seja o fim do mundo, mas com essa administração, todos padecem. Fui prefeito três vezes, sei do sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou, não. Esse é descarado”, discursa Monção, que foi preso em 2009 acusado de desviar R$ 2,6 milhões de recursos para a educação.

“Posso até ter tirado alguma coisa, dado para os pobres. Na verdade, ninguém pode ser tão sincero. Se eu tivesse feito tudo direito, não tinha ido preso, né? Se eu fui preso, tem algum motivo. Mas político que rouba, rouba para dar para o povo. Difícil roubar para si. Agora esse aí roubou para ele. A maior mansão de Cocal é a dele”, disse, com ar de piada, divertindo, além do líder do Centrão, o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB).

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Últimas notícias