15.4 C
Brasília
quinta-feira, 5 agosto, 2021

Ao contrário de Bolsonaro, governador do DF defende pardais



O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), reagiu às críticas feitas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), de que Brasília teria radares eletrônicos em excesso. Durante o evento Marcha para Jesus e pela Família , realizado nesse domingo (11/08/2019), na Esplanada dos Ministérios, o chefe do Palácio do Planalto disse que está “numa luta para acabar com essa roubalheira”, disparou, referindo-se aos pardais de controle de velocidade. Na sequência, afirmou que Ibaneis iria “comprar essa briga” e que “ninguém consegue andar em Brasília sem ser multado”.

Na manhã desta segunda-feira (12/08/2019), ao reabrir leitos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho, o emedebista rebateu o presidente. “Aqui no DF, eu defendo a vida em primeiro lugar. Se for necessário aumentar o número de pardais, eu vou fazer”, respondeu.

Ibaneis disse, também, que cabe a Jair Bolsonaro a iniciativa de apresentar propostas para mudar a legislação sobre a fiscalização de trânsito no país. “O presidente tem um grande instrumento em sua mão: primeiro, porque ele pode encaminhar projeto de lei ao Congresso, e eu não. Segundo, é que o Denatran [Departamento Nacional de Trânsito] pode regulamentar a utilização desses pardais. É um bom momento para o debate. A intenção do presidente não trai os compromissos de campanha, mas, aqui, eu continuo defendendo a vida. Este é o meu ponto de vista”, sustentou o chefe do Palácio do Buriti.

- Publicidade -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Últimas notícias